Viajando nas crises

Viajando nas crises

Guilherme-Paulus

“Gosto de viajar mais por palavras do que de trem” – Manoel Barros

Mais que impressionante, é espetacular, mesmo, a resistência da CVC em momentos de crise como o que estamos vivendo. Conseguiu, num momento onde tudo despenca, se esvai e esfarela, crescer 12,1% no primeiro semestre de 2015, se comparado a 2014. De aplaudir em pé!

CVC – Carlos Vicente Cerchiari – era um deputado que um dia convidou Guilherme Jesus Paulus para abrir uma agência de turismo. 33% dele, Carlos, 33% de sua mulher, e 33% de Guilherme, que, sem dinheiro, integralizou sua parte com trabalho. Mais adiante, CVC tentou se reeleger, perdeu, caiu em depressão, e disse para Guilherme: “Quando você casou, eu nem dei presente. Vou te dar a CVC de presente”. Na época, uma agência carregada de energia, sonhos e, muito especialmente, dívidas.

Guilherme fez da CVC uma empresa única. Pegou os brasileiros pelas mãos e os levou a viajar pelo pais e pelo mundo. Tornou, finalmente, o turismo acessível a brasileiros das classes C e D, em todos os sentidos. Em 2010, vendeu 75% da empresa para o Carlyle e hoje preside o conselho. No comando executivo da empresa, Luiz Eduardo Falco, um dos melhores profissionais na gestão de empresas.

Falco conta a Márcia de Chiara, no Estadão, o segredo de uma empresa que consegue crescer, não obstante a crise: “Não somos uma ilha das fantasias, estamos na chuva como todo mundo… Apenas entendemos que neste momento o brasileiro trocou o destino dos sonhos pelo sonho que cabe no bolso”. E mais que deu certo.

Principal aprendizado da CVC na crise: o brasileiro busca pechinchas na hora de decidir onde vai passar as férias. Dentre as “pechinchas” mais valorizadas e procuradas, hospedagem gratuita para as crianças, hotéis no sistema “tudo incluído (all inclusive)”, diárias gratuitas, pacotes com passeios incluídos, vantagens na locação de carros, entre outros.

Segundo Falco, a CVC “conseguiu dar um assessoramento melhor no que cabe no bolso do consumidor”. E quem pensava em “ir para Paris reconsiderou e foi para Fortaleza”. O número de dias nos pacotes foi reduzido e prevaleceram os hotéis econômicos. Por outro lado, a CVC se preparou para trabalhar para turistas que deixaram de decidir suas férias três meses antes para garantir uma tarifa melhor e agora decidem na véspera porque aprenderam que muitas vezes os preços, na última hora, caem.

Assim, e não obstante chuvas, trovoadas e alguns raios, a CVC é uma das brilhantes exceções dessa crise de falta d´água, pedaladas fiscais, e muita corrupção. Mesmo praticando um tíquete médio ligeiramente menor, em função da criatividade nos pacotes e de ter conseguido mais e melhores descontos com seus parceiros, no terrível primeiro semestre de 2015 temos ao menos um case de grande sucesso para contar. De uma empresa líder e gigante, e que ainda conseguiu crescer 12,1%! Sensacional!

Fonte: Propmark

28/07/2015

Deixe seu comentário

Sobre

A Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do Madiamundomarketing, idealizada no final dos anos 90, e institucionalizada em março de 2004.

Parceiro

ABRAMARK

ABRAMARK
Drug Synthroid Online (Levothyroxine) is used for treating low thyroid hormone levels and certain types of goiters. Abilify (Aripiprazole) is used for treating agitation caused by schizophrenia or bipolar disorder, depression. Click to see full text here:
Acquistare Cialis here.
>