Marketing de incentivo cresce no país em meio à crise

Marketing de incentivo cresce no país em meio à crise

gilmar_ale-oliveiraO marketing de incentivo e de reconhecimento é uma prática que vem crescendo no Brasil, principalmente no cenário de instabilidade econômica em que os resultados precisam ser mensurados no curto prazo. Segundo a Ampro (Associação de Marketing Promocional), o live marketing, que contempla ações promocionais e diversas experiências dos consumidores com as marcas, deve gerar uma movimentação de R$ 47,7 bilhões em 2015, um aumento de 6% em relação ao ano passado.

Na visão de Gilmar Pinto Caldeira, pioneiro no mercado de incentivo no Brasil e ex-sócio Top Service, esse mercado não para de crescer, principalmente em tempos de crise, onde este recurso é mais usado porque a disputa pelo consumidor é muito maior que em situações normais. “Na crise, o cumprimento de metas fica mais complexo, mas necessário. As empresas que deixaram de fazer o marketing de incentivo voltam a usar a estratégia como forma de fazer um estímulo superior ao que vinham fazendo antes”, diz o executivo, que prepara o lançamento de sua nova empresa no setor.

Segundo Caldeira, atualmente existem cerca de 1.500 empresas que usam programas de incentivo no seu dia a dia, oferendo prêmios, viagens, mercadorias ou cartões. “O mercado evoluiu e os prêmios estão cada vez mais sedutores. Como o desafio é maior, foi preciso oferecer um atrativo melhor. Antigamente era mais fácil atingir a meta de performance. Agora as empresas exigem desempenho superior ao ano anterior e, como aumentou muito a concorrência, fica mais difícil atingir a meta e o prêmio tem que ser muito mais sedutor”, comenta.

A Sodexo Benefícios e Incentivos, por exemplo, tem uma perspectiva de crescimento de 20% ao ano para o portfólio da área de Incentivos e Reconhecimentos. “Em períodos de redução de custos, a campanha de incentivo traz resultado muito positivo no negócio. Faz com que a campanha possa se pagar. São muito focadas em resultado”, conta.

De acordo com a gerente de produto da Sodexo, Luciana Aoki, o cartão Sodexo Premium Pass, por exemplo, pode ser uma alternativa para incentivar os colaboradores por meio de uma premiação, após uma campanha de vendas. O cartão tem quase 6 milhões de beneficiários e cerca de 320 mil estabelecimentos credenciados.

Os produtos de incentivo e de reconhecimento têm apresentado grande crescimento na empresa. O diretor de marketing, estratégia e inovação da Sodexo Benefícios e Incentivos, Florent Lambert, diz que o Gift Pass e o Premium Pass, por exemplo, somaram um incremento de 114% nos últimos três meses de 2014.

Para Mônica Schiaschio, diretora-executiva da Ampro, o live marketing é um mercado que vem crescendo nos últimos seis anos e hoje já é reconhecido pelas empresas e marcas de diversos setores da economia como o conjunto de ferramentas mais efetivas para criação de vínculo e fidelização de clientes, tanto externos quanto internos.

Especificamente na área de reconhecimento, há um potencial de movimentação estimado em R$ 9,8 bilhões para 2015. Este mercado inclui, por exemplo, a valorização de funcionários em datas comemorativas ou por tempo de casa. O papel do reconhecimento é tornar a relação entre empresa e colaboradores mais próxima e agradável. Geralmente são fornecidos com base em datas comemorativas, como Natal, Dia da Criança ou aniversários. Também podem ser oferecidos como presente para funcionários que completam tempo de casa.

Nesta linha, a Sodexo oferece um dos maiores portfólios do mercado brasileiro com os cartões Brinquedo Pass, que vale brinquedo; Gift Pass, que é um vale-presente; Gift Pass Experiências, que é o primeiro cartão experiências do Brasil; e Alimentação Pass Natal, que é um vale-alimentação de Natal. Em junho, será lançado o Sodexo Gift Pass Baby, personalizado para bebês. “Esse tipo de benefício mostra que a empresa está valorizando o profissional, promove a qualidade de vida e o reconhecimento do trabalho da equipe. Cria um engajamento do funcionário muito maior. Ganhar o cartão faz com que o funcionário se sinta reconhecido”, explica Luciana.

Ricardo Sampaio, sócio-diretor da MR, agência de live marketing que completa 15 anos de mercado, afirma que o marketing de incentivo é o que mais tem crescido entre as demandas da agência. Hoje, a área de incentivo e relacionamento já representa entre 35% e 40% do volume de trabalho. “Sem dúvida nenhuma é o que mais tem crescido. É uma tendência sem volta”, conta. “Quando a empresa consegue construir uma plataforma de aproximação da marca com seu público-alvo essa relação precisa ser regada e valorizada a cada dia. O funcionário precisa estar engajado”, conta. “Crise gera oportunidade. É crucial que as empresas tenham esses programas”, opina.

A ação de relacionamento feita para SKY, por exemplo, foca em mostrar para o público premium da marca o quanto ele é importante. “É mostrar e tratá-lo como exclusivo, oferecendo shows, musicais, compras com desconto, entre outros”, conta Sampaio. “É cada vez mais difícil ganhar um cliente, então é preciso manter os clientes relevantes”, orienta. Já para a  Bridgestone, a ação visa divulgar a marca pelo Brasil e prospectar novos clientes. O gancho principal da ação é a Copa Libertadores, patrocinada pela marca. Por fim, o Top Race é uma ação da Honda que irá premiar com R$ 50 mil reais a concessionária que bater a meta final da campanha, abordando 98 concessionárias consideradas Honda Dream, de acordo com o manual da marca.

Fonte: Propmark

 25/06/2015

Deixe seu comentário

Sobre

A Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do Madiamundomarketing, idealizada no final dos anos 90, e institucionalizada em março de 2004.

Parceiro

ABRAMARK

ABRAMARK
Drug Synthroid Online (Levothyroxine) is used for treating low thyroid hormone levels and certain types of goiters. Abilify (Aripiprazole) is used for treating agitation caused by schizophrenia or bipolar disorder, depression. Click to see full text here:
Acquistare Cialis here.
>