Chieko Aoki defende cultura do bem cuidar como estratégia para desenvolvimento

Chieko Aoki defende cultura do bem cuidar como estratégia para desenvolvimento

 

A empresária do ramo hoteleiro Chieko Aoki esteve no Senado nesta segunda-feira (17) para contar aos colaboradores da Casa um pouco das lições que aprendeu com a vida e os negócios. Dentro do conceito Ikigai – palavra japonesa que significa dar sentido à nossa existência, ter um significado que nos impulsiona e motiva para levantar todos os dias – Chieko apresentou algumas das técnicas para desenvolvimento pessoal e profissional na arte de servir, técnicas essas que ela transformou na filosofia do bem cuidar.

— Cada um de nós tem o poder de fazer bem para os outros. Acreditamos que pequenos gestos de carinho fazem uma grande diferença, que cuidarmos uns dos outros é o caminho para um mundo melhor — revelou a empresária.

Entre as lições ensinadas, Chieko fez uma observação sobre o tempo das pessoas.

— A vida tem prazo de validade. Não desperdice tempo. Quando trabalhamos para servir o outro, temos que ter a consciência de que não podemos fazê-los perder tempo com o nosso atendimento.

Por isso, ela entende que o trabalho feito com paixão faz com que a alma se foque ao ponto de esquecer até mesmo de necessidades vitais.

— A paixão permite fazer um trabalho bem feito, que esquecemos até de comer, muitas vezes. E para ser efetivamente excelente, também é necessário ser exigente desde a primeira vez.

Para Chieko, é importante que todo trabalho seja feito com um significado, para que seja inesquecível, independente se é uma grande empresa ou não. Lição que aprendeu em uma viagem ao Vietnã.

— O melhor não vem necessariamente do maior. Fiquei em um hotel muito simples, bem pequeno. Meu marido quis mudar, mas eu disse que ficaríamos para conhecer como eles cuidavam do hóspede. Receberam a gente com flores embaladas em papel reutilizado. Era simples, mas era uma forma de agradecer que estávamos ali. O café da manhã era muito simples, apenas pão baguete, manteiga e chá. Mas foi o melhor pão que já comi na minha vida! — revelou.

Liderança e Gestão

Chieko falou sobre a importância da boa liderança citando a analogia de um ensinamento samurai: seja a agulha certa com a linha certa no tecido certo. Ela explicou que o líder é a agulha e ele tem que escolher a linha certa, que é a equipe, para o trabalho certo.

— Liderar é levar a equipe a ir muito além de sua própria expectativa. Muitas vezes, se fazem as coisas de qualquer jeito, para ver se dá certo, porque alguém pediu ou alguém mandou. Fazemos muito isso nas empresas, mas não dá certo! Quando a equipe é enorme, acaba atrapalhando. A linha deve ser do tamanho certo, pois muitas vezes passamos mais tempo gerenciando a equipe do que cuidando do negócio — exemplificou.

A empresária também comentou da importância da utilização de uma tradição nipônica nas relações de negócio, a cerimônia do chá. Segundo ela, nessa cerimônia, o convidado é o mais importante e deve sentir isso. Serve também para receber pessoas em conflito com o objetivo de harmonizar as relações.

— Dê o melhor de si. Fidelize pela entrega, entre desarmado. Você deve se adaptar ao convidado, abrir o coração. Quando se ouve com o coração, tudo fica mais fácil e melhora — sugeriu.

A empresária também enfatizou a necessidade de se ter visão nos negócios, verificar o mercado, as tendências, para se antecipar aos problemas. Há algumas décadas, uma de suas ideias se popularizou e faz hoje parecer meio óbvio quase todo restaurante servir a feijoada com os ingredientes separados em cada panela.

— Tente enxergar o invisível para encontrar oportunidades. Tudo que existe foi criado por alguém, então nós também podemos criar, os outros não são melhores que nós — ressaltou.

Gratidão

Um dos segredos de Chieko é sempre ter em mente a necessidade de deixar as coisas melhores do que quando as encontrou e sempre pensar no que pode ser útil ao outro.

— Eu agradeço por tudo, por servir, ser servida, ser útil. A pior coisa que pode acontecer na vida da gente é não servirmos para nada. Então, crie algo útil que melhore a vida das pessoas. Eu quero que as pessoas saiam melhores e mais felizes quando me encontram.

Mais laços, menos tecnologia

Aoki entende que na atual era digital, é necessário se criar muito mais que relacionamentos, mas sim, verdadeiros laços, relações profundas e duradouras, sejam familiares ou fraternais.

— Uma relação que conecta, que potencializa e estreita o relacionamento, uma conexão humana. Estamos muito interconectados, mas precisamos aprender a cuidar mais uns dos outros — criticou.

Trajetória

Chieko Aoki é empresária brasileira nascida em Fukuoka, no Japão. É fundadora e presidente da rede Blue Tree Hotels e da empresa de alimentos Noah Gastronomia. Em dez anos, a empresária transformou a rede em uma das maiores cadeias hoteleiras do país e benchmark em excelência de serviços no setor. Foi eleita uma das 25 melhores presidentes de empresas do Brasil pela Revista Forbes 2017.

Fonte: Comunicação Interna do Senado Federal

Fonte: senado

24/10/2018

Deixe seu comentário

Sobre

A Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do Madiamundomarketing, idealizada no final dos anos 90, e institucionalizada em março de 2004.

Parceiro

ABRAMARK
Drug Synthroid Online (Levothyroxine) is used for treating low thyroid hormone levels and certain types of goiters. Abilify (Aripiprazole) is used for treating agitation caused by schizophrenia or bipolar disorder, depression. Click to see full text here:
Acquistare Cialis here.
>