“A sociedade custa a entender o que é racismo estrutural”, diz Luiza Trajano sobre críticas a trainee para negros

“A sociedade custa a entender o que é racismo estrutural”, diz Luiza Trajano sobre críticas a trainee para negros

Presidente do Magazine Luiza reforça que o programa tem respaldo legal e que não vai desistir

luiza-trajano

Alvo de críticas após anunciar que fará um trainee exclusivo para negros, a empresária Luiza Helena Trajano, presidente do conselho de administração da Magazine Luiza, diz que já esperava ataques do tipo. Ela reforça, no entanto, que o programa tem respaldo legal e que não vai desistir.

“A gente não fez pra mudar o Brasil, mas para mudar a nossa empresa. A gente queria mudar uma realidade nossa. Dos mais de 2 mil trainees que selecionamos até hoje, só 10 foram negros. Tentamos mudar normal e não conseguimos. Acreditamos que as pessoas vão entrar juridicamente, mas a gente vai lutar e não vamos desistir tão fácil”, disse, em entrevista à Folha de S.Paulo.

“Há anos temos vontade de recrutar mais trainees negros. O que a gente sente é que a sociedade custa a entender o que é o machismo estrutural e o racismo estrutural”, completou.

No sábado (19), a juíza do Trabalho Ana Luiza Fischer Teixeira de Souza Mendonça afirmou nas redes sociais que a proposta fere o artigo 5º da Constituição Federal. Para ela, o programa é uma forma de “discriminação” contra pessoas brancas, algo que é popularmente conhecido – e ironizado – como “racismo reverso”.

“Discriminação na contratação em razão da cor da pele: inadmissível”, escreveu ela na rede social. Os deputados federais bolsonaristas Carlos Jordy (PSL-SP) e Daniel Silveira (PSL-RJ) também disseram que a iniciativa não teria respaldo legal.

Em um comunicado explicando a decisão, a empresa de Luiza Trajano afirma que “o objetivo do Magalu com o programa é trazer mais diversidade racial para os cargos de liderança da companhia, recrutando universitários e recém-formados de todo Brasil, no início da vida profissional”. Atualmente, a empresa tem em seu quadro de funcionários 53% de pretos e pardos – apenas 16% deles, no entanto, ocupam cargos de liderança.

Fonte: revistaforum

Deixe seu comentário

Sobre

A Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do Madiamundomarketing, idealizada no final dos anos 90, e institucionalizada em março de 2004.

Parceiro

ABRAMARK

ABRAMARK
Drug Synthroid Online (Levothyroxine) is used for treating low thyroid hormone levels and certain types of goiters. Abilify (Aripiprazole) is used for treating agitation caused by schizophrenia or bipolar disorder, depression. Click to see full text here:
Acquistare Cialis here.
>