“Comercial de 30 segundos é o formato de maior sucesso”

“Comercial de 30 segundos é o formato de maior sucesso”

Willy Haas, da Globo, diz que a TV aberta constrói a fama das marcas

Com um volume de 17 milhões de comerciais exibidos na sua grade comercial, de 30 mil anunciantes, a Rede Globo de Televisão se posiciona como produtora de conteúdo multiplataforma nesta era de consolidação do sinal digital. “Produzimos conteúdo de qualidade e credibilidade, no qual o anunciante confia para associar a sua marca e mostrar o seu produto”, resume Willy Haas, diretor-geral de negócios da emissora. A TV é a principal fonte de receita do Grupo Globo, que ano passado contabilizou faturamento de R$ 16 bilhões. Confira os principais ponto da entrevista de Haas.

willy haas

Willy Haas: “Produzimos conteúdo de qualidade e credibilidade, no qual o anunciante confia para associar a sua marca e mostrar o seu produto”
Produto
Somos uma produtora de conteúdo multiplataforma, que tem como principal mercado a TV aberta, mas atuamos também na internet, na TV fechada e no cinema. Falamos com todos e com cada um. Produzimos conteúdo de qualidade e credibilidade, no qual o anunciante confia para associar a sua marca e mostrar o seu produto.

Branding
Há uma relação de confiança entre a Globo e seus clientes, que vemos aumentar a cada dia. Isso é resultado do reconhecimento do mercado pela qualidade do nosso conteúdo, mas também dos cuidados com que tratamos o ambiente em que as marcas dos nossos clientes são mostradas, a seriedade das nossas práticas comerciais e a transparência dos nossos resultados. Não se pode falar em construção de marcas no Brasil sem falar em TV aberta. E a história da construção de marcas nacionais, regionais e locais no Brasil mostra que temos participado intensamente desse processo. Acreditamos que um veículo de comunicação, para ser eficiente no processo de branding, deve ter como premissa a produção de conteúdo profissional, de qualidade e credibilidade para todos os públicos. É isso o que fazemos aqui.

Protagonismo
A TV aberta constrói a fama das marcas. Vários fatores explicam isso: a importância cultural, a relevância do conteúdo, a gratuidade, a capilaridade e o alcance da distribuição. A TV aberta está presente na imensa maioria dos lares, por isso atinge a um número de pessoas que nenhum outro meio consegue. É um meio emocional em sua essência e campanhas emocionais são mais efetivas, geram melhores respostas dos consumidores.

Formatos
O que fazemos é contar histórias que encantam, informam e emocionam a nossa audiência, e são a melhor companhia para as marcas dos nossos clientes.

Conteúdo
Produzir conteúdo inédito, é absolutamente relevante para atrair o público e o mercado anunciante. Esta é a essência do valor da mídia publicitária. E é um dos muitos aspectos em que TV aberta tem a excelência não apenas na produção, mas também no aproveitamento comercial e no desenvolvimento de formatos. O que podemos dizer com toda a certeza é que ninguém conta histórias como a Globo. Está na gênese do nosso negócio, é o que fazemos todos os dias para 100 milhões de pessoas. Estamos entre os maiores e mais premiados produtores de conteúdo do mundo. Já recebemos 15 prêmios Emmy International. São mais de três mil horas de entretenimento e três mil horas de jornalismo e esporte por ano. Temos 700 equipes de reportagem espalhadas por todo o país. A nossa programação é 100% digital em alta definição. Somos o ponto de encontro dos brasileiros com os seus esportes preferidos. Com todo esse conteúdo de qualidade que é produzido diariamente, não paramos um minuto na área de negócios. Estamos sempre buscando novos desafios, desenvolvendo e testando novos formatos, aprimorando os que já estão consagrados pelo mercado, entendendo novos briefings, sempre procurando as melhores soluções de comunicação para os nossos clientes.

Branded content
Os projetos Globo Natureza e Agro são dois bons exemplos de produção de conteúdo e adequação de formato. O Globo Natureza é um sucesso desde que foi lançado, em 2008. Inicialmente mostrou ao público a cultura, a culinária e as riquezas ambientais da Amazonia. Depois, o projeto expandiu-se para o cerrado, caatinga, mata atlântica, pampa e pantanal. A partir daí, ampliou a sua cobertura para temas como ecologia, sustentabilidade e diversidade de fauna e flora, bem como para iniciativas que apoiam a prevenção contra desastres naturais, os cuidados com o meio ambiente e a preservação da natureza. É um projeto que mostra a total integração entre a TV e o digital. Mais recentemente, em 2016, lançamos o Agro – A Indústria-riqueza do Brasil. O conceito do projeto é quebrar as fronteiras entre campo e cidade, mostrando aos telespectadores a conexão entre os produtos que fazem parte do dia a dia dos brasileiros e a sua cadeia produtiva, além de valorizar o impacto desta atividade na economia brasileira. Temos outras iniciativas semelhantes a este projeto, como o Descubra o Brasil, que incentiva os brasileiros a conhecerem melhor o próprio país por meio do turismo nacional, e estamos sempre atentos aos assuntos de interesse do público e do mercado publicitário.

30 segundos
O comercial de 30 segundos é, sem dúvida, o formato de maior sucesso e eficácia comercial. Ele tem a duração ideal para transmitir a mensagem, atrair e envolver os sentidos dos consumidores. Estamos falando de um formato muito bem testado pelo mercado, que se mostra ainda mais eficiente quando inserido em um intervalo comercial preparado com todo o cuidado, junto a um conteúdo de qualidade e credibilidade – que é o que fazemos aqui na Globo. O efeito de uma mensagem exibida na TV aberta vai muito além dos 30 segundos. A TV dá estatura e prestígio às marcas, pois as pessoas confiam no que ela mostra. O que aparece na TV afeta a emoção das pessoas, gera envolvimento e reconhecimento. Marcas que têm uma boa estratégia e contam com o planejamento e a criatividade da sua agência encontram na TV aberta o melhor meio audiovisual para contar a sua história.

Penetração
A TV aberta fala com todos e com cada um. Está em todas as regiões do Brasil com a mesma qualidade de programação. É a principal, e muitas vezes a única, fonte de entretenimento dos brasileiros. Então, é natural que o mercado publicitário encontre na TV aberta a sua melhor opção de mídia. A TV é o meio com a maior capacidade de aproximar as pessoas e estar no centro das conversas – pela simultaneidade do consumo. Os conteúdos ficam mais interessantes quando muitas pessoas assistem ao mesmo tempo e podem conversar sobre eles. E a TV aberta, sem dúvida, entrega o melhor conteúdo, a um grande número de pessoas ao mesmo tempo. O modelo de rede que temos no Brasil permite que grandes, médios e, principalmente, pequenos anunciantes aproveitem as audiências da TV para falar com os seus consumidores. Aqui, a TV aberta é, de longe, o meio com maior penetração e de maior consumo. É acessível a praticamente toda a população – 97% dos brasileiros afirmam ver TV regularmente. E o nosso país se destaca por ter um dos maiores índices de consumo de televisão no mundo.

TV digital
Representa a evolução do mercado de televisão. Com a TV digital, o público recebe um sinal com mais qualidade de imagem e de som. A Globo já investe em conteúdo digital há muitos anos e vemos neste processo uma oportunidade de desenvolvimento do mercado e de toda a sua cadeia de valor.

Fonte: Propmark

 

Deixe seu comentário

Sobre

A Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do Madiamundomarketing, idealizada no final dos anos 90, e institucionalizada em março de 2004.

Parceiro

ABRAMARK
Drug Synthroid Online (Levothyroxine) is used for treating low thyroid hormone levels and certain types of goiters. Abilify (Aripiprazole) is used for treating agitation caused by schizophrenia or bipolar disorder, depression. Click to see full text here:
Acquistare Cialis here.
>